8_5_2018_jorge caldeira

Jorge Caldeira, reputado professor universitário e formador nas áreas financeira, planeamento estratégico e monitorização do desempenho organizacional, colaborou recentemente com A Previdência Portuguesa, no desenvolvimento do plano estratégico para o triénio 2018-2020.

Durante dois dias, o docente universitário e diversos quadros d´A Previdência Portuguesa desenvolveram um plano estratégico para o triénio, identificando prioridades e estratégias para afirmação e consolidação d´APP, assim como métricas para monitorizar os progressos.

“Este foi um processo bastante participativo, tipo brainstorming, que envolveu os quadros d´APP”, comentou Jorge Caldeira, destacando o elevado “consenso e o know how” interno no que respeita à idealização do futuro para a Associação Mutualista.

“Foram dois dias intensos para apresentar uma proposta de um plano para o triénio”, sendo que, notou o consultor, o resultado “foi extremamente completo”.

O processo de definição do plano estratégico para A Previdência Portuguesa foi “exemplar”. “Encontrei consenso e ideias claras, o que significa que a equipa está muito alinhada. É uma equipa pequena, sabedora e articulada”, avaliou o especialista.
“Tenho a certeza que em muitas formações vou falar d´ APP, porque este foi um processo exemplar. Foi possível organizar a Instituição sem comprometer a agenda de trabalho”, referiu o consultor, manifestando-se disponível para se tornar associado da Associação Mutualista. “Vou ser associado, porque tenho confiança no que fazem e estou disposto a por aqui património”, acrescentou Jorge Caldeira.

Professor universitário e formador nas áreas financeira, planeamento estratégico e monitorização do desempenho organizacional, Jorge Caldeira é especialista em Gestão Pública. É também autor dos livros “Implementação do Balanced Scorecard no Estado”; “Monitorização da Performance Organizacional”; “Dashboards – Comunicar Eficazmente a Informação de Gestão” e “Guidelines para a elaboração do plano estratégico – boas práticas no setor público”. Integra o corpo docente de várias universidades, tendo publicado vários artigos sobre a metodologia Balanced Scorecard, Monitorização da Performance e Dashboards. É autor do blogue sobre monitorização da performance – www.monitorizaraperformance.blogspot.com. Especializou-se na área de planeamento e implementação de modelos de monitorização estratégica e operacional e, durante os últimos sete anos, tem sido responsável pela orientação dos dirigentes da Administração Pública e dos participantes dos cursos de Alta Direcção do Instituto Nacional de Administração (INA) na aplicação do modelo de Gestão Estratégica e na implementação da metodologia Balanced Scorecard e Dashboards. Foi responsável pela implementação destas metodologias em muitas organizações do sector público e privado nacional e internacional. Apoia vários organismos públicos no desenho dos seus planos estratégicos.

A Previdência Portuguesa é uma Associação Mutualista que tem como missão a promoção do bem-estar dos seus associados, disponibilizando múltiplos produtos na área da mutualidade, financiamento através de empréstimos, cuidados à primeira infância – através do Jardim de Infância – e uma clínica médica – a Clínica Previdência Saúde –, assim como benefícios vários na área da economia doméstica, saúde, desporto, lazer e cultura.

“É no dar que se recebe” é o lema d´A Previdência Portuguesa, fundada em 1929.