A estrela diferente 900x400

O livro infantil “A Estrela Diferente” de Maria Prazeres Quintas Ferreira, que conta com o apoio d´A Previdência Portuguesa, é lançado a 10 de novembro, pelas 14h30, na Casa da Mutualidade – Galeria de Arte e Centro de Mutualismo.

Trata-se de uma obra em verso, bilingue (Português e Inglês), que aborda a diferença, e que tem a particularidade de ter acoplado um texto com símbolos em SPC (Símbolos Pictográficos para a Comunicação). “A Estrela Diferente” conta com ilustrações de Miz Lucas.

A apresentação da obra está a cargo da jornalista Paula Costa. Está ainda previsto um momento de animação pelo grupo vocal Ad libitum e o grupo infanto-juvenil Cherubinni Ad Libitum, da “Ad Libitum – Companhia das Artes”.

Natural de Sangalhos e residente em Coimbra, Maria Prazeres Quintas Ferreira é professora aposentada do 2º ciclo. Possui o Curso do Magistério Primário de Coimbra e Licenciatura em História pela Faculdade de Letras de Coimbra.

Em 1971 ganhou “Os Jogos Florais” da ACM; em 1973 ganhou o 1º e 2º lugar no Festival da Canção do Illiabum Club, com as letras “Poema à Vida” e “Razão”; em 1975 foi produzido um teledisco com o seu poema “Menino Descalço” para o programa de televisão da RTP1 PiFLIM. Em 2000 participou nas coletâneas de poesia “Da Incerteza” e “Poiesis” pela Editorial Minerva. O “Poema Menino Descalço” foi selecionado para a semi-final no festival Cantar Abril de 2009 e fez parte de um dos programas da Antena1 Master Class de 2017. Em 2016 participou na antologia de poesia e prosa-poética “Templo de Palavras”, nº3, da Editorial Minerva.

É ainda autora dos livros infanto-juvenil “Na Escola da Carla” (2000), “Histórias do Cavalo Azul” (2003), “As Asas de Afrísio” (2013) e “A Boneca Que Sorria!” (2016). Colaborou, ainda, esporadicamente, com alguns jornais.

Com o nascimento, em 1978, de um filho deficiente profundo, toda a sua atividade foi dividida, entre algumas obrigações profissionais, o cuidar quase constante desse filho e a luta pela Deficiência e a sua Causa. Quer agora, que conseguiu, com outras pessoas, realizar o sonho  Cavalo Azul, aonde está o filho,  poder recomeçar o que deixou para trás.

“É no dar que se recebe” é o lema d´A Previdência Portuguesa, Instituição que se tem demarcado no apoio ao desporto, à cultura e a causas sociais.

A Previdência Portuguesa promove o bem-estar dos seus associados, disponibilizando diversos produtos na área da mutualidade, financiamentos através de empréstimos, cuidados à primeira infância – através do Jardim de Infância Previdência Portuguesa – e especialidades clínicas – através da Clínica Previdência Saúde –, assim como benefícios vários na área da economia doméstica, saúde, desporto, cultura e lazer.