APP

A APP é a vencedora da edição 2020 do Prémio “Inovar para Melhorar, atribuído pela União das Mutualidades Portuguesas. O projeto APP vencedor, a nível nacional, visa a inclusão das pessoas com deficiência visual e auditiva.

A Previdência Portuguesa (APP) vence Prémio “Inovar Para Melhorar 2020”, promovido pela União das Mutualidades Portuguesas, com o projeto “A Diversidade Dentro do Mutualismo – Unidos na Diversidade, Inclusivos na Intervenção”. O concurso, que teve lugar no Dia Nacional do Mutualismo (8 julho), foi aberto a todas as mutualidades nacionais e contou com um júri constituído por Pedro Portugal Gaspar (Inspetor Geral da ASAE), Eduardo Graça (Presidente do CASES) e Filipe Almeida (Presidente da Estrutura Missão Portugal Inovação Social).
O projeto vencedor tem como objetivo suprimir as barreiras comunicacionais junto da comunidade portadora de deficiência (visual e auditiva), permitindo a esta o igual acesso aos serviços e produtos APP e fomentando maior literacia sobre o Mutualismo.
Neste âmbito, a APP estabeleceu uma parceria com o Serviin – serviço de vídeo-interpretação que quebra as barreiras comunicacionais entre a comunidade surda e a comunidade ouvinte – que lhe permitirá disponibilizar Serviço de Vídeo-Interprete, com interpretação no Local de Atendimento ao Público; Vídeo Interpretação Off-Line para Corporate TV, em Língua Gestual Portuguesa.
Com estas aplicabilidades a comunidade surda conhecerá melhor as modalidades e benefícios do mutualismo e d’ A Previdência Portuguesa, bem como as respostas sociais da Instituição, nomeadamente: Clínica Previdência Saúde, Jardim de Infância APP e a Casa da Mutualidade- Galeria de Arte.
O projeto tem, ainda, como foco a inclusão das pessoas com deficiência visual, através da tradução em braille de todos os materiais informativos relativos a modalidades e benefícios disponibilizadas pela APP.
Recorde-se que, no presente ano, A Previdência Portuguesa- Associação Mutualista já estabeleceu diversas parcerias focadas na inclusão e responsabilidade social. Alocou um estágio na Clínica Previdência Saúde, direcionada à inclusão de uma pessoa com deficiência visual. Em parceria com a ACAPO diligenciou um artigo, intitulado “A Utopia na Deficiência – A integração socioprofissional das pessoas com deficiência da teoria à prática”, com tradução em braille, publicado posteriormente na sua revista SOLIDAR.