Não havendo necessidade de qualquer investimento imediato e desde que a sua idade esteja compreendida entre os 3 e os 80 anos, poder-se-à inscrever associado(a) de A Previdência Portuguesa, subscrevendo, para o efeito uma das nossas modalidades associativas.

Tornando-se associado(a) da Instituição, passa a usufruir, logo à partida, dos fundos associativos criados pelos associados ao longo dos anos, o que lhe permite tirar uma maior rentabilidade das suas poupanças, garantindo, dessa forma, uma maior segurança familiar.

Começa, também, a beneficiar de um subsídio que poderá variar entre os 1.500 e os 40.000 euros, pagável ao próprio no final do prazo contratual ou, de imediato, aos seus herdeiros ou legatários caso o falecimento do associado ocorra antes do fim desse prazo.

A condição anterior verifica-se quando o associado está na plenitude de todos os seus direitos associativos, ou seja, tenha, no mínimo, um ano de vida associativa.

Todas as subscrições implicam a escolha de um plano à qual estarão agregadas durante a vigência do contrato. Os planos colocados à disposição do associado são o Plano A (Plano Constante), Plano B (Plano Crescente a 3%) ou Plano C (Plano Crescente ao IPC).